Steve MacManus é um nome que pode não dizer nada à maioria, mas era até há bem pouco tempo o vice-presidente com a responsabilidade da área de engenharia da Tesla. Entrou na empresa em 2015 e, este mês, manteve-se na Califórnia, mas trocou a Tesla pela Apple, desconhecendo-se as áreas abrangidas no seu novo posto de trabalho.

Antes da Tesla, MacManus passou pela Aston Martin, Bentley, Jaguar e Land Rover, pelo que se a Apple está a contar com ele para apurar o sistema produtivo do novo iPhone está, provavelmente, a “apostar no cavalo errado”. Contudo, se o objectivo passa pela concepção e produção de veículos, então MacManus pode ser a pessoa ideal para o fabricante de computadores, telemóveis e tablets.

MacManus é apenas um dos vice-presidentes (VP) que deverão sair nos dias mais próximos. E as saídas para a Apple não são novidade, uma vez que já em Março a empresa liderada por Tim Cook “aliviou” a Tesla do seu VP para a área dos motores, Michael Schwekutsch, no seguimento do que já tinha feito em 2018, com Doug Field, que depois de trabalhar na Apple fez uma pequena incursão pela Tesla, apenas para regressar meses depois às origens.

Há muito que não se sabem grandes pormenores em relação ao projecto Titan da Apple, que deveria dar origem a um veículo eléctrico e autónomo. Sabe-se sim que ainda não morreu, mas o facto de, no início deste ano, terem sido despedidos mais de 200 técnicos associados ao iPhone sobre rodas leva a crer que Tim Cook tanto avança como recua em relação ao “Apple Car”. Pode ser que seja desta que o gestor decida que tem a equipa ideal para materializar o projecto.