A Coreia do Sul vai desembolsar cinco milhões de dólares (quatro milhões de euros) para a construção de casas para médicos moçambicanos afetos ao hospital Central de Quelimane, centro de Moçambique, anunciou o embaixador daquele país em Maputo.

“Esta parceria pretende materializar a melhoria dos serviços médicos para a população, bem como criar comodidade em termos de alojamentos para os médicos e enfermeiros que estão a salvar vidas no Hospital Central de Quelimane”, afirmou o embaixador da Coreia do Sul em Moçambique, Yeo Sung Jun.

Para além das casas, o embaixador referiu que se prevê a aquisição de novos equipamentos para aquela unidade hospitalar, a maior da província da Zambézia.

O Hospital Central de Quelimane foi construído através de um financiamento disponibilizado pela Coreia do Sul, no valor de 55 milhões de dólares (49,3 milhões de euros) e entrou em funcionamento em 2016.