O Ministério da Justiça do Brasil anunciou esta quinta-feira que o telemóvel do Presidente do país, Jair Bolsonaro, foi pirateado por um grupo detido na passada terça-feira suspeito de cometer crime cibernético contra as autoridades brasileiras.

O Ministério da Justiça e Segurança Pública foi, por questão de segurança nacional, informado pela Polícia Federal de que aparelhos celulares [telemóveis] utilizados pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro, foram alvos de ataques pelo grupo de ‘hackers’ preso na última terça-feira (23). Por questão de segurança nacional, o facto foi devidamente comunicado ao Presidente da República”, lê-se no comunicado.

Na terça-feira, a polícia brasileira realizou a Operação Spoofing e prendeu quatro suspeitos de praticar pirataria cibernética contra autoridades do país. Foram detidos em cidades do interior do Estado de São Paulo e, segundo os investigadores da Polícia Federal brasileira, podem ter invadido mais de mil telemóveis.