Um homem de 49 anos foi detido suspeito da prática do crime de violação “na forma agravada” de um rapaz de 12 anos. Num comunicado, a Polícia Judiciária acrescenta que os abusos ocorreram na “casa dos pais da vítima”, tendo o suspeito aproveitado a relação de “proximidade familiar” que tinha com o casal para abusar do rapaz.

A PJ não esclarece em que ilha do arquipélago o crime foi cometido, afirmando que “os factos ocorreram em ilha do grupo central”. O homem terá trancado a criança numa das divisões da casa e, com o uso da força, agrediu-a sexualmente.

Depois de ter sido presente a primeiro interrogatório judicial, o homem foi libertado, tendo ficado sujeito a apresentações bissemanais às autoridades e proibido de contactar com menores de idade.