O número de mortes por malária baixou em 69% para 11 no primeiro semestre deste ano na cidade de Maputo, quando comparados aos 36 óbitos de igual período de 2018, anunciou o Ministério da Saúde (Misau) de Moçambique.

O número de casos de doença por malária também registou uma descida significativa, de 18.349 casos para 12.530, o que representa um decréscimo de 32%.

A diretora de Saúde da Cidade de Maputo, Sheila Lobo, citada hoje pelo diário Notícias, referiu que estes números são resultado das estratégias implementadas na comunidade, desde a pulverização intradomiciliária, distribuição de redes mosquiteiras e outras que decorrem nas unidades sanitárias.

O Misau apresentou os resultados no decurso do II Conselho Coordenador de Saúde da Cidade de Maputo, sob o lema “fortalecendo os serviços de saúde e ação social para o acesso universal”.