Os delegados africanos da ONU foram chamados de “macacos” pelo ex-Presidente norte-americano Ronald Reagan, então governador da Califórnia, em 1971, numa chamada telefónica com o então Presidente dos Estados Unidos da América, Richard Nixon.

Os comentários, agora revelados pela revista The Atlantic, que publicou parte da gravação da conversa, surgiu depois de uma votação na ONU em que delegados africanos se opuseram à visão norte-americana.

No momento em que a ONU votou a substituição de Taiwan pela República Popular da China para uma das cinco posições de membro permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas, a delegação da Tanzânia celebrou.

Ronald Reagan, que era um defensor de Taiwan, ligou ao então presidente Nixon no dia seguinte para expressar o seu desagrado com a decisão. É nesse momento que são proferidas as declarações polémicas.

“Ver estes…macacos desses países africanos, malditos sejam, eles ainda estão desconfortáveis a usar sapatos!”, disse Reagan, que recebeu como resposta risos de Nixon.

A gravação foi divulgada por Tim Naftali, um professor ligado ao departamento de história da Universidade de Nova Iorque que dirigiu a Biblioteca Richard Nixon entre 2007 e 2011, na revista The Atlantic. No texto que assina, explica que o trecho agora divulgado tinha sido retirado das gravações originais, por razões de privacidade.

Mais tarde, Ronald Reagan viria a ser Presidente dos EUA, entre 1981 e 1989 — o período marcado pela tensão da Guerra Fria. Reagan morreu em 2004, aos 93 anos, vítima de Alzheimer.