Rádio Observador

Espanha

Multas caídas do céu? Drones chegam às estradas espanholas esta quinta-feira

637

Entre os 11 drones da Direção Geral de Trânsito, uns servirão para multar, outros para regular e gerir o trânsito. Os aparelhos vão estar principalmente nos sítios com maior risco de acidentes.

Um dos drones que já foi utilizado durante a Páscoa pelas autoridades espanholas (EFE)

Se tem nos planos passar por autoestradas espanholas, fique a saber que vai ter mais um aparelho a vigiar o que faz e se comete ou não algum erro enquanto conduz. A partir desta quinta-feira, dia 1 de agosto, a Direção-Geral de Trânsito espanhola (a DGT) vai começar a utilizar drones para apanhar e multar condutores que cometam infrações.

De acordo com o El País, que citou um comunicado da DGT, estes aparelhos vão estar essencialmente a trabalhar na “vigilância do tráfego nos locais em que o risco de acidentes é maior, nas estradas onde há mais trânsito de utilizadores vulneráveis, particularmente de ciclistas, motociclistas e peões”. Não se sabe, no entanto, se estes drones vão também detetar casos de excesso de velocidade, tal como já fazem os 12 helicópteros Pegasus da DGT.

A medida já tinha sido posta em prática numa operação especial que as autoridades espanholas fizeram durante a Páscoa, mas agora parece ser contínua. Os drones estão preparados para recolher imagens a grandes distâncias, podendo voar até 120 metros de altura e vigiar uma área de 160 mil quilómetros de estrada a nível nacional. A câmara consegue fazer um zoom de dois quilómetros e, assim, sinalizar todo o tipo de infrações. Ao todo, diz a DGT, a frota conta com 11 drones, três deles certificados pelo Centro Espanhol de Metrologia (a entidade espanhola responsável pelas medidas e as medições) e que vão começar a denunciar as infrações. Os restantes oito vão ser utilizados para regulação e gestão do trânsito.

Estes aparelhos serão também utilizados para monitorizar e apoiar as autoridades de controlo em eventos especiais que vão exigir um maior tráfego em determinadas estradas, bem como a missões pontuais de controlo e no apoio a situações de emergência que, pela sua gravidade, afetem a circulação dos carros em determinada via. Foram ainda encomendados mais 20 drones.

Quando o drone capta uma infração, um agente da Brigada de Trânsito da Guardia Civil espanhola (ou, mais tarde, as autoridades competentes) vão notificar essa infração, acompanhados de um conjunto de fotografias que provam a infração cometida pelo condutor.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: cpeixoto@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)