As matrículas do mercado automóvel português registaram uma queda de 6,5% em julho face ao mesmo período de 2018, repetindo a tendência dos anteriores cinco meses, divulgou esta quinta-feira a Associação Automóvel de Portugal (ACAP).

De acordo com um comunicado da ACAP, “em julho de 2019 foram matriculados pelos representantes legais de marca a operar em Portugal 21.791 veículos automóveis, ou seja, menos 6,5% do que em igual mês do ano anterior”. “Assim, o mercado mantém-se em queda pelo sexto mês consecutivo“, assinala a ACAP.

A associação nota ainda que “nos sete meses de 2019 foram colocados em circulação 172.479 novos veículos, o que representou uma diminuição homóloga de 4%”.

Em termos de categorias de veículos, em julho deste ano os ligeiros de passageiros registaram uma descida de 7,8% em termos de matrículas face a julho de 2018, totalizando 18.436 unidades. Nos primeiros sete meses do ano, a diminuição foi de 4,9%, tendo sido matriculados 147.031 veículos.

Por outro lado, os ligeiros de mercadorias registaram, em julho de 2019, uma subida de 7,4% nas matrículas face ao mesmo mês de 2018, com 3.138 registos no mês passado.

De janeiro a julho, no entanto, os ligeiros de mercadorias registaram uma descida de 0,3% nas matrículas, totalizando 22.153.

Em termos homólogos, face ao mesmo mês do ano passado, os veículos pesados registaram uma diminuição em julho, com 217 matrículas, o que representou um recuo de 43,8%. Já no conjunto dos sete meses do ano, os veículos pesados registam um aumento de 11,5%, correspondente a um total de 3.295 unidades.