A BMW prepara o novo M3, o desportivo familiar com quatro portas como alternativa ao coupé M4, com apenas duas. Mas será que os estilistas da casa vão arriscar uma estética de transição, a caminho dos veículos eléctricos?

O BMW M3 é, há muitos anos, um dos modelos mais emocionantes do mercado. Tem espaço e um preço relativamente acessível, mas alia a tudo isto uma mecânica nobre e possante, além de um chassi eficaz e divertido de conduzir. Agora o construtor germânico prepara-se para revelar a próxima geração do desportivo de quatro portas e ninguém sabe o que esperar.

Uma das possibilidades aponta para uma solução estética similar à que está a ser preparada para os modelos eléctricos da marca bávara, com grelhas enormes (o que não é novidade), mas mais verticais, o que introduz um toque de distinção. O objectivo é aproximar este modelo mítico das linhas que estão a ser preparadas para os veículos eléctricos da BMW, a começar pelo iNext.

De momento, a antevisão que aqui publicamos é apenas uma possível solução avançada pelo Bimmer Post, munido das mais recentes fotos espias disponíveis, que parecem indiciar uma grelha mais “alta”, compatível com a projecção. Sabe-se, contudo, que a BMW está a preparar o futuro M3 para 2020 e o M4 que herda tudo menos o número de portas, para 2021. Similar vai ser o motor, um 3.0 biturbo sobrealimentado com 473 cv, ou 503 cv se na versão Competition.