Um avião da United Airlines aterrou de emergência no aeroporto do Porto, confirmou um porta-voz da ANA ao Observador. O Correio da Manhã tinha avançado que se devia a uma colisão com aves, mas a informação disponibilizada pela ANA só dá conta de problemas técnicos.

O avião da United Airlines descolou do Aeroporto Sá Carneiro com destino a Newark, Nova Jérsia (Estados Unidos), às 12h39, mas teve de voltar para trás por problemas técnicos, confirmou a ANA ao Observador.

“O comandante declarou emergência a bordo, durante a descolagem, devido a um problema no motor. [O avião] esteve algum tempo em espera [no ar] e aterrou. Já foi concluída a emergência”, disse à Lusa fonte oficial da NAV – Navegação Aérea de Portugal.

Antes de poder aterrar, o avião teve de dar algumas voltas para gastar combustível e poder aterrar em segurança, disse a TVI 24. Até que se desse a aterragem, todos os aviões em terra tiveram de aguardar para descolar. Houve dois voos que também não puderam aterrar nesse período e foram desviados para Lisboa.

Fonte do gabinete de imprensa da ANA – Aeroportos de Portugal avançou à agência Lusa que o avião da companhia aérea norte-americana aterrou em segurança e que os “passageiros estão todos bem”.

Segundo o porta-voz da ANA, o aparato no aeroporto justifica-se porque tem de ser preparada uma resposta que sirva todos os cenários.

A United Airlines começou a voar para o Porto em maio do ano passado.

Atualizado às 14h15