Candice Keller, congressista estadual na Câmara dos Representantes do estado do Ohio (Estados Unidos), disse numa publicação do Facebook que a culpa dos tiroteios (como os que aconteceram este fim de semana) é dos transgéneros e homossexuais, de quem fuma marijuana e até de Obama e dos atletas profissionais. Jane Timken, presidente do Partido Republicano no Ohio, criticou as declarações e pediu a demissão da representante, noticiou o jornal The New York Times.

“A publicação de Candice Keller no Facebook foi chocante e totalmente injustificável”, disse Jane Timken, em comunicado, citado pelo The New York Times. “A nossa nação está a sofrer com estes atos de violência sem sentido e os funcionários públicos deviam trabalhar para unir as nossas comunidades, não para as dividir. Peço que Candice Keller se demita.

A congressista apagou a publicação onde também colocava as culpas nas fronteiras abertas, apesar de o atirador de El Paso ser americano e ter disparado contra hispânicos. O grupo do Facebook Ohioans Against Candice Keller (Habitantes do Ohio Contra Candice Keller) guardou uma imagem da mensagem. Aliás, o grupo tem uma série de publicações críticas à política republicana.

Publicação de Candice Keller no Facebook, entretanto apagada — Facebook

“Depois de cada tiroteio, os liberais começam a atirar culpas. Porque não colocar a culpa onde ela pertence?

A quebra da família tradicional americana (obrigada transgéneros, homossexuais e defensores das drag queen); famílias sem pai, um assunto que ninguém discute ou considera ser relevante; ignorar videojogos violentos; leis frouxas contra criminosos (fronteiras abertas); aceitar a marijuana recreativa; políticas escolares falhas (olá pais que defendem alunos mal-comportados); desrespeito pelas forças de autoridade (obrigada Obama); ódio pelos nossos veteranos (obrigada atletas profissionais que odeiam a nossa bandeira e hino nacional); o congresso democrata com muitos membros declaradamente anti-semitas; a cultura, que ignora a importância de Deus e da Igreja (até elegerem um Presidente); funcionários do Estado que não têm qualquer interesse em aprenderem sobre a nossa Constituição e a Segunda Emenda; e os flocos de neve que não conseguem aceitar um Presidente devidamente eleito.

Esqueci-me de alguém? A lista é longa. E a fúria vai continuar.”

O comentário mereceu comentários negativos tanto de democratas como de republicanos. Michael Ryan, vice presidente da câmara de Hamilton, no condado de Butler, também criticou a congressista eleita naquele condado. O republicano disse que era uma “declaração ridícula”.

*Notícia corrigida às 19h50 para esclarecer o cargo de Candice Keller. A política republicana foi eleita para a Câmara dos Representantes do estado do Ohio e não para o Congresso nacional pelo estado do Ohio