Debbie Harry, vocalista da banda Blondie, revelou que foi violada à frente do namorado sob ameaça de uma arma branca por um homem que assaltou a sua casa em Nova Iorque nos anos 1970. Segundo o The Sun, a artista contou que, à data dos acontecimentos, o então namorado Chris Stein estava amarrado e o assaltante estava armado.

O relato citado pelo jornal britânico faz parte do livro de memórias da artista, “Face It”, que ainda não chegou ao mercado. Nele conta como o assaltante levou as guitarras que ela tinha na altura, bem como a câmara do namorado. A certa altura o homem desamarrou-lhe as mãos de Debbie Harry e ordenou-lhe que tirasse as calças. Depois da violação, disse-lhe ainda: “Vai limpar-te”. Hoje com 74 anos, Debbie conta que a perda das guitarras roubadas custou mais a suportar do que o resto.

O The Sun esclarece que não se sabe ao certo em que altura aconteceu a violação, embora o mais certo é que esta tenha ocorrido antes de Debbie Harry se tornar famosa na década de 70. Também não é certo que o caso tenha sido relatado à polícia.

No mesmo livro a artista fala daquilo que crê ter sido uma tentativa de rapto por parte do assassino em série Ted Bundy, quando na mesma década aceitou a boleia de um estranho em Manhattan. Esta parte não é, no entanto, novidade, uma vez que Debbie Harry referiu a situação em entrevistas anteriores.