Governo declara emergência energética preventiva

Greve dos motoristas de matérias perigosas tem início na próxima segunda-feira. Serviços mínimos serão entre 50% e 100%. Sindicato critica Governo e diz que direito à greve "existe, mas só de nome"

Por Ana Catarina Peixoto