Um preso morreu nesta quarta-feira pela manhã no Estabelecimento Prisional de Santa Cruz do Bispo, em Matosinhos, no distrito do Porto, por se ter engasgado com um pedaço de pão.

A causa da morte do preso inimputável de 55 anos, que morreu às 9h30 da manhã desta quarta-feira, pode estar ligada à condição de uma doença grave do foro respiratório, como avançou fonte da Direção Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP) à Rádio Observador. A alimentação era sempre feita na companhia de um enfermeiro.

O preso teve assistência imediata no local, “mas acabou por falecer”, de acordo com a DGRSP. Fonte do Comando Distrital de Operação de Socorros do Porto disse à agência Lusa que, pelas 12h15 desta quarta-feira, foi recebido um pedido do Estabelecimento Prisional de Santa Cruz do Bispo para remover o cadáver.

Vítor Ilharco, da Associação de Apoio ao Recluso, em entrevista à Rádio Observador avançou a causa de morte e afirmou que a situação o “deixa preocupado” e considerou “preocupante que ninguém tenha conseguido salvar o recluso”.

Victor Ilharco à Rádio Observador

No mês passado, a Ordem dos Enfermeiros denunciou as condições desumanas e de sobrelotação no estabelecimento prisional de Santa Cruz do Bispo em Matosinhos.