A 15 de abril deste ano a catedral de Notre Dame ardia em Paris. Cinco meses depois, o canal televisivo National Geographic vai estrear o primeiro documentário sobre a catástrofe que comprometeu diversas partes daquela que é uma das igrejas mais antigas da história.

O documentário “Notre-Dame: Luta contra o Inferno” conta com imagens inéditas sobre o início do incêndio, reconstruções em 3D dos ambientes queimados da catedral, entrevistas exclusivas com alguns dos bombeiros responsáveis pelo controlo do fogo, que chegou a lavrar durante sete horas, e trata sobre o desdobramento das investigações em relação ao que, de facto, motivou o início desta catástrofe sem precedentes, até hoje sem conclusões definitivas.

Na noite de 15 de abril, mais de 400 operacionais de Paris foram mobilizados para a catedral, que começou a ser construída em 116. Os bombeiros contaram com o apoio de uma rede hidráulica que bombeava água do rio Sena, além de um robô de alta tecnologia que suporta temperaturas extremas. Dois polícias e um bombeiro ficaram gravemente feridos durante o combate às chamas, que chegou a atingir o pináculo e o fez colapsar.

Dentre os entrevistados no documentário estão o general Jean-Claude Gallet, chefe do Corpo de Bombeiros de Paris, que comandou os operacionais na praça em frente à catedral, o comandante de operações de resgate, general Jean-Marie Gontier, a chefe de bombeiros, Myriam Sudzinsky, uma das primeiras pessoas a entrar no cenário em chamas, e o comandante Jérôme, o primeiro a chegar ao local.

O documentário da National Geographic, “Notre-Dame: Luta Contra o Inferno”, foi realizado por Simon Kessler, Fabrice Gardel e Josselin Mahot, e tem estreia marcada para dia 15 de setembro, às 22h30, no canal da produtora.