O treinador Silas desvalorizou nesta sexta-feira o facto de o Belenenses SAD ter sido a única equipa que conseguiu ‘roubar’ pontos ao Benfica sob a orientação de Bruno Lage, em vésperas de receber o campeão nacional de futebol.

“Não acho que seja relevante, nem importante ser o único treinador que ‘roubou’ pontos ao Bruno Lage e ao Benfica. No futebol ninguém vive no passado. Vivemos o presente e há de haver alguma vez que ganho ao Benfica e ao Bruno Lage e o contrário também poderá acontecer”, observou o técnico do Belenenses SAD, que defronta no sábado o Benfica, na segunda jornada da I Liga.

Silas advertiu que “os jogos do ano passado não dizem muito”, lembrando o empate 0-0 que travou a caminhada 100% vitoriosa no campeonato da equipa ‘encarnada’ sob o comando técnico de Bruno Lage, assinalando que os ‘azuis’ têm “uma equipa toda diferente”.

Sobre a entrada do Benfica na nova época, com duas goleadas por 5-0, frente ao Sporting, na Supertaça, e Paços de Ferreira, na ronda inaugural, Silas considerou que os ‘encarnados’ ainda não estão tão fortes como no ano passado e que não são imbatíveis.

“O Benfica, neste momento, ainda não está mais forte do que no ano passado. É prematuro fazer essa comparação, mas é claro que vão ser muito fortes. O Benfica não é imbatível, nenhuma equipa é. É uma equipa muito forte, que respeitamos muito, mas não é imbatível”, reforçou.

Sobre a sua equipa e o modo como preparou o jogo ao longo da semana, Silas garantiu que o Belenenses SAD vai manter a sua identidade e procurar jogar ao ataque.

“A nossa maneira de pensar é sempre a mesma: vamos tentar atacar e o que fizemos esta semana foi procurar explorar o jogo ofensivo. Queremos atacar e procurar que eles não nos parem. Sinceramente, perdi mais tempo com os aspetos ofensivos do que com os defensivos”, disse o treinador português, adiantando que prefere arriscar ganhar do que dar a iniciativa ao adversário.

“Dar o jogo ao adversário é mais arriscado, porque não queremos acabar o jogo com 5-0”, assinalou.

Sobre a possibilidade de o Estádio Nacional encher para a receção às ‘águias’, Silas afirmou que é motivador jogar com o recinto cheio e que o facto de poder haver mais adeptos do Benfica não vai intimidar o Belenenses SAD.

O Belenenses SAD, que integra o grupo dos oitavos classificados, com um ponto, recebe o Benfica, líder do campeonato, com três, em jogo da segunda jornada da I Liga, agendado para sábado, às 19:00, no Estádio Nacional, em Oeiras.