Rádio Observador

Acidente Rodoviário

Jovem casal português morre em acidente no regresso ao Luxemburgo, bebé de 14 meses sobrevive

O casal, de 32 e 34 anos, foi vítima de um choque em cadeia na autoestrada que liga Paris a Bordéus. Estava acompanhado por um bebé de 14 meses que sobreviveu.

PAULO NOVAIS/LUSA

Um jovem casal português morreu este domingo num acidente de viação, em França, quando regressava ao Luxemburgo, após ter estado em Portugal, disse à Lusa o secretário de Estado das Comunidades portuguesas.

“Confirmo o falecimento de um casal de portugueses que se dirigiria para o Luxemburgo, de regresso do seu país”, afirmou José Luís Carneiro, adiantando que o casal “estava acompanhado por uma criança de 14 meses que, neste momento, está no Hospital de Clocheville de Tours, em França, tudo indicando que se encontra bem”.

Segundo o Jornal de Notícias, o casal, de 32 e 34 anos, foi vítima de um choque em cadeia, que ocorreu cerca das cerca as 06:00, em Santenay (Loir-et-Cher), na A10, autoestrada que liga Paris a Bordéus.

O secretário de Estado das Comunidades acrescentou que as vitimas “são naturais do município de Pombal, distrito de Leiria, e regressavam ao Luxemburgo”.

O Hospital de Clocheville de Tours está, por sua vez, em contacto com “uma unidade hospitalar do Luxemburgo que [também] está acompanhar a situação da evolução da criança”, acrescentou o governante.

José Luís Carneiro disse ainda à Lusa que já entrou em contacto com a família deste casal, tendo-lhe transmitido “as condolências em nome do Governo português”, bem como manifestado “toda a disponibilidade e todo o apoio para as diligências que agora venham a ser necessárias”.

Hoje, ao fim da tarde, o cônsul honorário em Tours vai deslocar-se ao hospital onde está a criança para se encontrar com os responsáveis hospitalares e avaliar o estado e a situação da mesma.

De acordo com o JN, A10 esteve cortada durante várias horas entre Château-Renault e Blois.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Racismo

Portugal não era nem é racista

João Pedro Marques

Será o racismo um problema real, tanto no tempo de Vasco Santana como agora, ou foi a nossa noção de racismo que mudou a tal ponto que tendemos a chamar racismo a coisas que o não eram e o não são? 

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)