Rádio Observador

Irlanda do Norte

Bomba explode na Irlanda do Norte sem causar feridos. Polícia acredita que era ataque contra agentes

Trata-se da sexta tentativa de matar agentes da polícia este ano na Irlanda do Norte, afirmou um responsável da polícia irlandesa. O ataque não foi, porém, reivindicado por nenhum grupo.

PA Images via Getty Images

Uma bomba explodiu esta segunda-feira na Irlanda do Norte, junto à fronteira com a República da Irlanda, sem causar feridos. De acordo com a agência Reuters, a polícia acredita que se tratou de um ataque premeditado contra os agentes da autoridade, já que a explosão ocorreu junto a uma estrada movimentada, junto ao local onde agentes da polícia se encontravam a investigar um dispositivo suspeito que tinha sido encontrado ali no sábado.

Os ataques contra a polícia na Irlanda do Norte têm sido frequentes este ano, fazendo com que muitas pessoas ligadas às autoridades associem o crescente número de incidentes à incerteza provocada pela antecipação do Brexit. A maioria dos ataques têm sido reivindicados por grupos independentistas que se opõem ao domínio britânico sobre a Irlanda do Norte, embora o ataque desta segunda-feira não tenha sido reivindicado por nenhum desses grupos.

Stephen Martin, o número dois da polícia da Irlanda do Norte, explicou numa conferência de imprensa que esta foi a sexta tentativa de matar agentes policiais no país neste ano. “Acreditamos que é tempo para refletir e para questionar em que tipo de sociedade queremos viver“, disse o responsável.

A fronteira entre as Irlandas é um dos principais pontos sensíveis das negociações para um futuro acordo para o Brexit, uma vez que se trata da única fronteira terrestre do país, que divide duas regiões historicamente ligadas e que é cruzada diariamente por milhares de pessoas, que fazem vida dos dois lados da fronteira. O plano da nova ministra britânica do Interior para fechar as fronteiras do país logo a partir de dia 31 de outubro, o prazo para a saída do país da União Europeia, no caso de uma saída sem acordo, poderá levar ao aparecimento de uma fronteira fechada, do dia para a noite, naquela região.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: jfgomes@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)