Rádio Observador

Sporting

As pastas que o Sporting tem por fechar: Jorge Mendes quer Bruno Fernandes no Real Madrid e Bas Dost voltou a aparecer em Alcochete

Bruno Fernandes e Bas Dost são os dois principais dossiês na secretária de Varandas: o primeiro foi oferecido por Jorge Mendes ao Real Madrid, o segundo voltou à Academia mas ficou pelo ginásio.

O médio português chegou a Alvalade em 2017 e marcou 32 golos na temporada passada

MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Se a saída de Bas Dost começou a ser desenhada na passada semana, foi quase confirmada no sábado, tornou-se complicada nos últimos dias com acusações entre Sporting e o empresário do jogador e algumas farpas lançadas pelo Eintracht Frankfurt e agora parece novamente encaminhada, a saída de Bruno Fernandes de Alvalade conheceu um capítulo importante com o fecho do mercado em Inglaterra. Com os clubes da Premier League, os principais interessados no médio português e também aqueles onde recaía o principal interesse do médio português, já impedidos de contratar, a ideia generalizada foi a de que o capitão leonino ficaria em Portugal mais uma temporada. Não só porque Tottenham e Manchester United, os líderes da corrida durante todo o verão, já estavam fora das contas, mas também porque o próprio Bruno Fernandes tinha como desejo mudar-se para Inglaterra. No resto dos países, porém, o mercado não fechou: e o efeito Jorge Mendes parece estar perto de fazer com que o jogador ainda seja reforço de um gigante europeu nesta janela de transferências.

Segundo o jornal espanhol As, o empresário está a servir de mediador entre o Sporting e vários clubes e terá proposto de forma direta a contratação de Bruno Fernandes ao Real Madrid, clube com o qual mantém relações altamente privilegiadas. Jorge Mendes terá garantido aos merengues que o médio está no mercado por 70 milhões de euros — valor considerado inegociável — e que, em caso de surgir mais do que uma proposta, o clube espanhol teria vantagem nas negociações. Esta não é a primeira vez, contudo, que Bruno Fernandes surge associado ao Real Madrid: no início de agosto, quando o mercado ainda estava aberto na Premier League, o Record adiantou que o conjunto orientado por Zidane estava interessado na contratação do médio e que Jorge Mendes, novamente, seria uma peça importante nas conversações.

O interesse do Real Madrid em Eriksen e Pogba pode dificultar a ida de Bruno Fernandes para a capital espanhola

Ainda assim, e sendo praticamente certo que o interesse do Real Madrid existe, a ida do internacional português para o Santiago Bernabéu está condicionada por outras contratações tidas como prioritárias por Florentino Pérez e pela cúpula merengue. Desde logo, Paul Pogba, o francês do Manchester United que é um desejo antigo não só do clube como do próprio Zidane e que já deixou praticamente claro que quer trocar Inglaterra por Espanha. Depois, e caso o negócio Pogba acabe por não se confirmar, o Real já perguntou há muito por Eriksen, o dinamarquês do Tottenham que é vital para Mauricio Pochettino mas cuja saída representaria um encaixe financeiro importante para os spurs depois um verão em que apostaram forte no mercado (contrataram Ndombélé, Lo Celso e Sessegnon). Além de Pogba e Eriksen, também uma eventual chegada de Neymar colocaria em causa a transferência de Bruno Fernandes: neste caso, não por ocupar a posição do jogador português dentro de campo, mas por representar um enorme investimento por parte dos merengues que obrigaria a uma contenção adicional noutros dossiês.

As dificuldades no processo de saída de Bruno Fernandes do Sporting — ou a própria inexistência de uma saída — mereceram comentários até de Cristiano Ronaldo. Na longa entrevista que concedeu à TVI, o capitão da Seleção Nacional estava a abordar a qualidade na nova geração portuguesa, com João Félix, Bernardo Silva e Bruno Fernandes à cabeça, quando defendeu que “ninguém percebe” porque é que o médio “não sai” de Alvalade. Noutra pasta que os leões têm ainda por resolver, Bas Dost esteve esta quinta-feira em Alcochete (depois de ter sido dispensado do treino de quarta-feira), tomou o pequeno-almoço com o plantel, conversou com Marcel Keizer e limitou-se a cumprir trabalho de ginásio, sem pisar o relvado da Academia. O avançado holandês, que na semana passada já não esteve nos convocados para o jogo com o Sp. Braga, não deve entrar nas contas da visita ao Portimonense e aguarda ainda a resolução do futuro, depois de dias de atrasos e recuos numa ida para o Eintracht Frankfurt que no sábado parecia estar totalmente acertada.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mfernandes@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)