É a segunda vítima mortal no espaço de quatro dias. Um homem de 62 anos morreu em Espanha vítima de listeriose, uma infeção causada pela bactéria Listeria monocytogenes (L. monocytogenes) e que é transmitida através do consumo de produtos contaminados. A Direção-Geral de Saúde Pública da Cantábria já garantiu, num comunicado divulgado esta quinta-feira, que esta morte não está relacionada com o surto detetado a 15 de agosto na Andaluzia, em Espanha, devido a carne contaminada.

Na origem desse surto está a carne “La Mechá”, da empresa Magrudis. Há já 150 casos confirmados de pessoas infetadas e 500 são suspeitas de terem sido contaminadas pela bactéria. Uma mulher de 90 anos, residente na Andaluzia, não resistiu à infeção e acabou por morrer na madrugada de segunda-feira.

A vítima foi internada num hospital na região da Cantábria com febre alta. Já tinha patologias graves.