O primeiro-ministro Boris Johnson encontrou-se com o Presidente francês Emmanuel Macron numa reunião sobre o Brexit e voltou a ficar envolvido numa polémica: desta vez porque apoiou o pé numa mesa do Palácio do Eliseu, em Paris. O momento foi descrito como sendo “rude e embaraçoso” por Sonia Purnell, autora de uma biografia de Boris Johnson.

Mas um vídeo da Reuters divulgado esta sexta-feira por um jornalista da Sky News mostra que o que se passou foi outra coisa. Tom Rayner escreve que Macron “estava a fazer conversa de circunstância, sugerindo que a mesa também podia servir para apoiar os pés se o primeiro-ministro inglês se quisesse reclinar na cadeira, o que Boris Johnson fez como piada”.

Aliás, Boris Johnson só apoiou o pé na mesa durante um segundo, mostrando imediatamente, com a mão, que estava a brincar.

Logo depois da reunião, Macron publicou no Twitter uma mensagem que definia a relação entre os dois países como “essencial e inabalável”, além de “especial”, e pedia para que “trabalhassem em conjunto”.

Boris Johnson também demonstrou satisfação com o encontro através de uma publicação no Twitter, em que falava sobre a necessidade de manter a “profundidade e intensidade desta amizade, e a parceria entre as nossas nações”.

O encontro aconteceu logo depois de uma conferência de imprensa no Eliseu, no qual Macron disse ao primeiro-ministro britânico que o Reino Unido e a União Europeia não vão encontrar um acordo para o Brexit em 30 dias muito diferente daquele que já existe.