O Governo de Moçambique vai lançar esta sexta-feira um convite aos portadores de dívida (Eurobonds) da EMATUM para aceitarem a proposta de reestruturação apresentada em maio.

O objetivo é que até final de setembro haja acordo com pelo menos 75% dos ‘bondholders’ e que se consiga “fechar” a reestruturação, anunciou o ministro da Economia e Finanças.

Adriano Maleiane falava esta sexta-feira em Maputo num encontro com editores de órgãos de comunicação social.

O incumprimento na remuneração dos Eurobonds da EMATUM faz com que Moçambique se encontre na categoria de incumprimento (‘selective default’), vedando-lhe o acesso ao mercado internacional de capitais.