Quase todo o território continental vai ultrapassar os 30º C esta sexta-feira, com as máximas a poderem mesmo chegar perto dos 40º C. Lisboa pode esperar 36º C, enquanto no Porto os termómetros não deverão ir além dos 27º C. E com 39º C, Santarém pode ser — novamente — uma das zonas onde o calor mais se vai fazer sentir esta sexta-feira. Já nos Açores, e à semelhança dos últimos dias, a chuva vai continuar pelo menos até sábado.

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), as temperaturas vão descer ligeiramente no fim de semana. O Porto vai rondar os 23º C e em Lisboa a máxima prevista é de 34º C. Os distritos mais quentes, no sábado, vão ser Évora e Santarém, com uma previsão de 37º C. No norte do país, a nebulosidade vai aumentar, acentuando-se no domingo em todo o continente. 

Apesar da pequena descida nos termómetros, o calor continua intenso e 40 concelhos dos distritos de Faro, Beja, Portalegre, Castelo Branco, Santarém, Coimbra, Guarda e Bragança apresentam risco máximo de incêndio esta sexta-feira, também de acordo com o IPMA.

O instituto colocou também vários concelhos de todos os distritos de Portugal continental em risco muito elevado e elevado de incêndio. O risco de incêndio vai continuar máximo, muito elevado e elevado pelo menos até ao fim de semana em vários distritos de Portugal continental.

Por causa das altas temperaturas, o IPMA colocou ainda os distritos de Vila Real, Bragança, Viseu, Castelo Branco, Guarda, Leiria, Santarém, Portalegre, Lisboa, Setúbal, Évora e Beja e a costa sul da Madeira sob aviso amarelo até às 18h00 de sábado. O aviso amarelo, o terceiro de uma escala de quatro, revela situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

Os níveis de exposição à radiação ultravioleta (UV) também serão elevados no continente, no arquipélago da Madeira e na ilha das Flores, nos Açores. Neste arquipélago, as ilhas do Faial e Terceira apresentam risco elevado e São Miguel está com níveis moderados.