A Câmara Municipal de Matosinhos vai garantir, já a partir deste ano letivo, transporte gratuito a cerca de nove mil alunos com idade igual ou superior a 13 anos matriculados nas escolas de Matosinhos, adiantou esta segunda-feira.

O passe “Estudante-Maré”, aprovado por unanimidade em reunião do executivo municipal a 30 de julho, pode, desde esta segunda-feira, ser pedido no site, refere, em comunicado. Garantindo acesso ilimitado a todas as linhas da operadora de transportes públicos do concelho – ViaMove, no distrito do Porto, o passe é válido por 12 meses, quer no período escolar quer nas férias.

Na nota, a autarquia explica que um dos objetivos desta medida é o de fomentar uma maior utilização dos transportes públicos junto dos jovens e familiares. “Simultaneamente, pretende-se contribuir para a diminuição da utilização do transporte individual nas deslocações entre casa e escola, para a introdução de novos hábitos e para a diminuição do custo das famílias”, sublinha. A câmara espera ainda que esta medida permita diminuir os constrangimentos de trânsito, a melhoria da qualidade de vida das populações e a descarbonização da economia na área dos transportes.

A introdução deste passe visa complementar a entrada em vigor na Área Metropolitana do Porto da gratuidade dos passes Andante para os jovens com menos de 13 anos.

O “Estudante-Maré” tem um custo estimado de 1,5 milhões de euros por ano, assegurando a autarquia até 500 mil euros deste investimento e a operadora ViaMove o restante.

A nova operadora de transportes públicos de Matosinhos – ViaMove – entrou em funcionamento em janeiro. A empresa ViaMove, detida em 51% pelo Grupo Barraqueiro e em 49% pela Resende, substituiu a operadora Resende, cuja concessão terminou em dezembro de 2018 por ser alvo de críticas por má qualidade dos veículos, relatos de sucessivos atrasos ou falhas de carreiras.