Plácido Domingo recebeu duas ovações no domingo no famoso Festival de Salzburgo, na Áustria, naquela que foi a primeira atuação do espanhol depois de ser acusado de assédio sexual por nove mulheres.

A primeira ovação surgiu no início do concerto, ainda antes de o célebre cantor lírico começar a atuar. A segunda ocorreu no fim do espetáculo e durou dez minutos, com o público a levantar-se para o aplaudir. Plácido Domingo agradeceu em conjunto com os restantes músicos que o acompanhavam no festival de música e drama que acontece desde 1920.

“Um público maravilhoso, muito amor, uma boa atuação”, declarou o tenor e maestro de 78 anos depois do concerto, citado pelo New York Post.

Michael Burggasser, professor alemão de literatura em Viena, esteve presente na atuação e considera que o apoio demonstrado pelo público foi uma forma de “reabilitação” para Plácido Domingo. “Foi uma atuação fantástica. Mas foi também uma reabilitação pública para Domingo, porque quando as pessoas se levantaram para o aplaudir, isso demonstra o apoio do público”, defendeu.

Plácido Domingo foi acusado de assédio sexual há duas semanas. Oito cantoras e uma bailarina, que trabalharam com o cantor de ópera, relataram episódios que remontam a 1980 e chegam até 2002. Plácido Domingo já negou de forma veemente os avanços sexuais: “As alegações destas pessoas anónimas, que remontam a mais de 30 anos, são perturbantes e, da maneira como foram apresentadas, imprecisas”, disse em comunicado oficial.