O Governo britânico anunciou hoje que vai lançar a “maior campanha de informação pública de todos os tempos” para preparar as pessoas e as empresas para o ‘Brexit’, de acordo com um comunicado oficial.

Sob o título “Preparem-se para o ‘Brexit'”, a campanha destina-se a sensibilizar as pessoas e empresas para as áreas prioritárias de preparação para uma saída do Reino Unido da União Europeia em 31 de outubro e será divulgada através de televisões, redes sociais, cartazes e outras plataformas.

Segundo comunicado do governo, vai ser  “maior campanha de informação pública de todos os tempos” para preparar as pessoas e as empresas para o Brexit.

O comunicado do Governo de Boris Johnson refere sondagens que indicam que “apenas 50% da população pensa que é provável que o Reino Unido saia da UE em 31 de outubro” e que “42% das pequenas e médias empresas ainda não tem certezas sobre como se preparar”, para justificar a necessidade de mais informação.

Nesta campanha, ainda, as pessoas que pretendem viajar para a Europa e os exportadores para a União Europeia serão expostos a informações sobre como adquirir números de registo e identificação de operador económico, formas de obter documentos para transportes de mercadorias nas fronteiras e modos de candidatura a pacotes de “suporte vital” para empresas.

Michael Gove, chanceler do Ducado de Lancaster e assessor do primeiro-ministro para as políticas de desenvolvimento, considera que esta campanha “vai incentivar o país para o Brexit e garantir uma “saída ordeira”, o que considera ser uma “responsabilidade partilhada”.

Boris Johnson, que tomou posse como primeiro-ministro conservador em 24 de julho, sucedendo a Theresa May (que se afastou após falhar um acordo de Brexit com a União Europeia), prometeu que o Reino Unido sairá da UE em 31 de outubro, com ou sem acordo.

Deputados britânicos enfrentam semana crucial para bloquear Brexit sem acordo

Perante movimentações políticas que incluíram reuniões entre partidos de oposição ao Governo, Johnson pediu à rainha para suspender o Parlamento durante quatro semanas, até 14 de outubro, comprometendo-se a apresentar uma proposta de saída antes da data limite para o Brexit.