O tenista espanhol Rafael Nadal assegurou hoje o regresso aos oitavos de final do US Open, que está a decorrer em Flushing Meadows, enquanto o alemão Alexander Zverev estreia-se entre os 16 finalistas do último ‘major’ da temporada.

O esquerdino e número dois mundial defrontou e superou sem dificuldade o sul-coreano Hyeon Chung, que ocupa o 170.º lugar no ‘ranking’ ATP, em três rápidos ‘sets’, com parciais de 6-3, 6-4 e 6-2, em duas horas de um encontro disputado no Arthur Ashe Stadium.

Depois de nem entrar em ‘court’ para disputar o encontro da segunda ronda, por lesão do adversário Thanasi Kokinakkis, Nadal não precisou de jogar ao seu melhor nível para dilatar a vantagem no confronto direto (3-0) com o jovem, de 23 anos, que regressou à competição há um mês, depois de ter estado ausente do circuito, desde fevereiro último, com problemas nas costas.

“Quando está bem, ele mostra a todos o quão é bom. Ele esteve lesionado e, por experiência própria, sei o quanto é duro estar lesionado. É um torneio muito bom para ele e desejo-lhe uma carreira sem problemas físicos”, manifestou o espanhol, enaltecendo a passagem bem sucedida de Chung pelo ‘qualifying’ até à terceira ronda em Flushing Meadows.

Nos oitavos de final, fase do torneio que conta igualmente com o sérvio Novak Djokovic e o suíço Roger Federer, Rafael Nadal vai medir forças com o croata Marin Cilic, campeão do US Open em 2014, que travou e venceu uma dura batalha com o norte-americano John Isner, por 7-5, 3-6, 7-6 (8-6) e 6-4, em três horas e 18 minutos.

Já o alemão Alexander Zverev, sexto classificado na hierarquia ATP, garantiu pela primeira vez na carreira a passagem aos oitavos de final em Nova Iorque, ao bater hoje o eslovaco Aljaz Bedene (80.º ATP) em quatro partidas, com parciais de 6-7 (4-7), 7-6 (7-4), 6-3 e 7-6 (7-3), ao cabo de três horas e 36 minutos.

O próximo duelo do jovem germânico, de 22 anos, será com o vencedor do encontro entre o argentino Diego Schwartzman e o norte-americano Tennys Sandgren.

Na prova feminina, a canadiana Bianca Andreescu, a estrear-se no quadro principal em Nova Iorque aos 19 anos, surpreendeu a dinamarquesa Caroline Wozniacki, antiga número um mundial e atual 19.ª colocada, em dois ‘ets’, com parciais de 6-4 e 6-4.

Uma vez eliminada a duas vezes finalista do US Open (2009 e 2014), a campeã em Indian Wells e Toronto vai defrontar nos oitavos de final a norte-americana Taylor Townsend, que, após afastar Simona Halep, quarta colocada no ‘ranking’ WTA, derrotou a também romena Sorana Cirstea, por 7-5 e 6-2.

Kiki Bertens (7.ª WTA), por sua vez, despediu-se do ‘major’ norte-americano diante a alemã Julia Georges, ao ceder a qualificação para fase seguinte em duas partidas, com parciais de 6-2 e 6-3.

Na competição de pares, o português João Sousa e o parceiro argentino Leonardo Mayer asseguraram a passagem aos oitavos de final, ao superarem o australiano John Peers e o finlandês Henri Kontinen, por 3-6, 6-3 e 7-6 (7-4).

Na próxima ronda a dupla luso-argentina, que atingiu as meias-finais este ano no Open da Austrália e os quartos de final do US Open em 2015, vai encontrar o brasileiro Marcelo Melo e o polaco Lukasz Kubot, segundos cabeças de série.