Filha do milionário Douglas Palermo, Olivia Palermo ganhou notoriedade no reality show da MTV The City, programa que mostrava o seu dia a dia e Nova Iorque. Em pouco tempo o seu estilo clássico e romântico deu nas vistas e influenciou o universo feminino, tornando-se uma das it girls mais famosas do mundo. A empresária e influencer partilhou no Instagram, aos seus mais de seis milhões de seguidores, que iria lançar esta terça-feira um site de e-commerce com 25 marcas de calçado e acessórios escolhidas por si e com um conteúdo editorial próprio. Entre Casadei, Alexandre Birman, Stubbs&Wootton, Giannico ou Paula Cademartori, está Alameda Turquesa, uma marca portuguesa.

“Ligaram-nos no início do ano a dizer que ela tinha escolhido a nossa marca para este novo projeto. Ficamos muito contentes”, conta Carolina Santos, a responsável, ao Observador. Depois de calçar umas sapatilhas e ter ficado fã, a empresária escolheu dez modelos, entre sandálias e sneakers, para o arranque do seu novo desafio. “É uma grande oportunidade para estarmos ainda mais presentes no mercado americano, que representa 50% das nossas vendas.”

A Alameda Turquesa nasceu em 2013, quando a mãe de Carolina lhe fez uma pulseira e a partilhou na internet. O feedback foi tão positivo que, dois anos mais tarde, decidiram criar uma marca onde aos acessórios acrescentaram também sapatos. “As pessoas não usam a nossa marca porque são pagas, não fazemos isso, escolhem-nos porque gostam genuinamente de nós. Termos a Olivia a usar genuinamente a nossa marca e a dizer que a adora ao ponto de nos querer na inauguração do novo site/loja dela, com a curadoria dela, é um sonho”, diz Carolina Santos.

A partir desta terça-feira estarão à venda um total de 183 peças, incluindo a mais recente coleção cápsula de Palermo com o designer Karl Lagerfeld, que morreu em fevereiro deste ano, com fatos, roupa desportiva, vestidos, sweaters, outerwear e carteiras. O foco principal da oferta serão sapatos e acessórios, mas Olivia planeia expandir-se para outras categorias no futuro. A it girl acumulou uma grande experiência em design e curadoria de moda ao longo da sua carreira na indústria, tendo projetos colaborativos e parcerias com marcas como Karl Lagerfeld, Stuart Wetzman, Nordstrom ou Banana Republic. “Durante os últimos 10 anos estive num negócio baseado em serviços, agora vou ter um negócio impulsionado pelo produto. Os acessórios fazem mais sentido, pois é algo com que sempre me identifiquei. Quando me visto começo sempre com um acessório”, explicou ao site WWD.

Anna Dello Russo, Chiara Ferragni e Sofia Vergara ficaram fãs

Esta não é a primeira vez que a Alameda Turquesa conquista os pés de estrelas internacionais. Antes mesmo de lançar a loja online, Carolina Santos recebeu um e-mail da jornalista de moda italiana Anna Dello Russo a pedir alguns produtos para um editorial da Vogue Japão. Mais tarde, seguiu-se o interesse de várias bloggers e influencers como Eva Chen, diretora de moda do Instagram e a oportunidade de vender uma coleção cápsula no blogue de Chiara Ferragni, em 2016.

Margherita Missoni, herdeira e diretora criativa da marca Missoni, escolheu uma carteira com pérolas da marca para levar ao casamento da princesa Charlotte do Mónaco, já a atriz colombiana Sofia Vergara publicou uma fotografia com umas sandálias Alameda Turquesa nos pés na véspera de Natal e no dia do seu aniversário, após as ter comprado online. “Saber que a atriz mais bem paga da televisão americana pode comprar tudo o que quer e escolhe usar aquilo que tu fazes é assim… incrível.”

Sem desfiles ou coleções sazonais, a Alameda Turquesa vende essencialmente online e, assim, chega aos quatro cantos do mundo. No final de setembro irá lançar novos modelos coleção e de outubro e dezembro terá uma edição especial de Natal.