Rádio Observador

Coliseu do Porto

Fernão de Magalhães e ópera de Verdi na programação do Coliseu do Porto até dezembro

Coliseu do Porto acolhe cerca de 30 espetáculos até dezembro. Destaque para a ópera "La forza del destino", de Verdi, e o espetáculo "Circum-navegações", inspirado pela viagem de Fernão de Magalhães.

MANUEL FERNANDO ARAÚJO/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

O Coliseu do Porto acolhe, até dezembro, cerca de 30 espetáculos, com destaque para a ópera “La forza del destino”, de Giuseppe Verdi, e o espetáculo “Circum-navegações”, inspirado pela viagem iniciada por Fernão de Magalhães, há 500 anos.

No dia 28 de setembro, é proposta “uma viagem musical em celebração dos 500 anos da primeira volta ao mundo”, com a Orquestra Metropolitana de Lisboa a encaminhar-se para o continente americano.

Começa pelo “Concerto de Aranjuez”, a mais popular das obras do espanhol Joaquín Rodrigo, com o solista João Diogo Leitão, vencedor do Prémio Jovens Músicos, antes de “Palillos y panderetas”, do mesmo autor.

A saída para o continente americano, numa viagem musical aqui dirigida pelo maestro Pedro Amaral, fica completa com a “Sinfonia do Novo Mundo”, obra maior de Antonín Dvorák, a nona do reportório do compositor checo.

Por seu lado, a ópera “La forza del destino”, em que o par de Leonora e Álvaro se sobrepõe à guerra, segue-se a outra incursão em Verdi, desde o regresso desta expressão artística ao Coliseu, depois de “La Traviata”, em outubro de 2018.

A parceria com o Teatro Nacional de São Carlos (TNSC), de Lisboa, arrancou com uma encenação de “Turandot”, de Puccini, que teve como protagonista a soprano Elisabete Matos, anunciada na passada segunda-feira como nova diretora artística da companhia lírica nacional.

A produção do Theater Bonn e da Ópera Nacional Galesa, com o TNSC e o Coliseu, chega ao Porto uma semana depois de se estrear em Lisboa, com direção musical de Antonio Pirolli e encenação de David Pountney, contando com Juliana Di Giacomo, como Donna Leonora, e Kristian Benedikt, como Don Álvaro, num elenco que inclui também Cátia Moreso, Luís Rodrigues e João Merino.

“La forza del destino” será apresentada no dia 26 de outubro e, a acompanhar a produção, sob o maestro Antonio Pirolli, estará a Orquestra Sinfónica Portuguesa e o Coro do TNSC.

Em setembro, outros destaques passam pelos concertos da brasileira Maria Bethânia (dia 14) e do francês Yann Tiersen (dia 30), bem como o espetáculo de abertura do Balleteatro, escola profissional de teatro e dança, em residência no Coliseu.

Em 1 de outubro, Dia Mundial da Música, Né Barros e José Alberto Gomes estreiam “IO”, primeira peça de uma série dedicada a “Paisagens, máquinas e animais”.

A programação musical dominará as propostas do Coliseu até ao final do ano com concertos como os de Ney Matogrosso (03 de novembro), Sam The Kid (08 de novembro), Nick Murphy (02 de outubro) e Pedro Abrunhosa (15 de novembro), e com a representação do musical “O Fantasma da Ópera” (18 e 19 de outubro).

No programa está também previsto o concerto de despedida dos palcos de Carlos do Carmo, a 02 de novembro, e os bailados “O Lago dos Cisnes” e “A Bela Adormecida”, pela companhia Russian Classical Ballet, entre outros eventos.

Às cerca de três dezenas de espetáculos programados, da música à dança e ao teatro, de vários promotores, juntam-se ainda “perto de 40 sessões de circo”, garante o Coliseu do Porto, em comunicado.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Serviço Nacional de Saúde

SNS: Os Humanos

Fernando Leal da Costa

O Ministério não valoriza os seus melhores. Paradoxalmente, demoniza o recurso a todo o sistema, afunila a procura para um SNS saturado e, ao mesmo tempo, não valoriza os recursos humanos que tem.

História

O azar do museu Salazar /premium

P. Gonçalo Portocarrero de Almada

A ignorância e o fanatismo, que estão na origem dos totalitarismos, combatem-se com a verdade e o conhecimento. A ditadura não se vence com a ignorância, mas com a ciência.

Universidade de Coimbra

Fraca carne

Henrique Pereira dos Santos

Substituir carne por peixe (ou por vegetais), sem saber de que sistemas de produção (e de que ciência) estamos a falar é completamente vazio do ponto de vista da sustentabilidade ambiental.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)