Rádio Observador

Organização Mundial de Saúde

Maior enfoque na nutrição pode salvar 3,7 milhões de vidas até 2025

279

A OMS recomenda que os serviços de saúde estejam prontos para garantir uma nutrição adequada em cada estágio da vida, com dietas saudáveis, o que poderia salvar 3,7 milhões de pessoas até 2025.

JOSÉ COELHO/LUSA

Um maior investimento nos serviços de nutrição poderia salvar 3,7 milhões de vidas até 2025, segundo um relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgado esta quarta-feira.

“A fim de fornecer serviços de saúde de qualidade e alcançar a cobertura universal de saúde, a nutrição deve ser posicionada como uma das pedras angulares da saúde”, assinala a OMS no documento que foi publicado. A OMS recomenda que os serviços de saúde estejam prontos para garantir uma nutrição adequada em cada estágio da vida, com dietas saudáveis, o que poderia salvar 3,7 milhões de pessoas até 2025.

Como intervenções nutricionais adequadas a cada etapa da vida, a OMS dá o exemplo de fornecimento de suplementos de ferro e ácido fólico no tratamento pré-natal, a promoção da amamentação, limitar a ingestão de açúcares em adultos e crianças e reduzir o consumo de sal, de forma a contribuir para a diminuição de doenças cérebro e cardiovasculares.

Enquanto se assistiu a uma diminuição da prevalência das crianças com problemas de crescimento entre 1990 para 2018, a obesidade infantil aumentou, com o excesso de peso a aumentar de 4,5% em 1990 para 5,9% no ano passado.

Dados de 2016 estimam que haja 1,3 mil milhões de pessoas com excesso de peso, sendo que 650 milhões são obesos (13% da população mundial). A OMS recorda que a obesidade é o fator de risco principal para várias doenças, como diabetes, doenças cardiovasculares e alguns cancros.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Eutanásia

A rampa cada vez mais deslizante

Pedro Vaz Patto

Deve uma sociedade que se pretende solidária confirmar, a pretexto de respeito pela vontade do doente, a ideia de que a pessoa demente é um peso difícil de suportar e deve, por isso, ser eliminada?

Trabalho

Ficção coletiva, diz Nadim /premium

Laurinda Alves

Começar reuniões a horas e aprender a dizer mais coisas em menos minutos é uma estratégia que permite inverter a tendência atual para ficarmos mais tempo do que é preciso no local de trabalho.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)