Papa lembra perseverança de Eusébio em Moçambique

O Papa disse que numa equipa cada jogador é diferente, mas que é sempre possível "encontrarmo-nos". E o "Pantera Negra" serviu de exemplo: "Não faltavam razões para se resignar e não se resignou".

Por Rui Casanova, Agência Lusa