Rádio Observador

Seleção Nacional

Euro2020. Fernando Santos espera jogo “extremamente difícil”, mas quer ganhar

"O que queremos fazer é chegar ao Europeu através da fase de grupos e de preferência em primeiro lugar", garante Fernando Santos. O selecionador diz que ambas as equipas não podem perder mais pontos.

Portugal joga com a Sérvia no estádio do Estrela Vermelha no sábado

ANTONIO COTRIM/LUSA

O selecionador Fernando Santos afirmou esta sexta-feira que o duelo de sábado com Sérvia vai ser “extremamente difícil”, mas acredita que Portugal pode vencer em Belgrado e relançar-se o apuramento direto para o Euro2020 de futebol.

“O que queremos fazer é chegar ao Europeu através da fase de grupos e de preferência em primeiro lugar. Por isso, amanhã [sábado] queremos ganhar. Sabemos que vai ser um jogo extremamente difícil. Não podemos olhar para o lado e ignorar a mais valia da equipa da Sérvia, a qualidade dos seus jogadores, que atuam em grandes equipas do futebol europeu”, afirmou Fernando Santos.

O selecionador português falava aos jornalistas na conferência de imprensa de antevisão do encontro do Grupo B de qualificação, no Estádio Rajko Mitic, palco do jogo, em Belgrado.

Em Lisboa, a Sérvia jogou mais em contra-ataque. Acredito que desta vez vai atuar de forma diferente. Vai procurar vencer o jogo. Joga em casa, perante o seu público, e também precisa de ganhar. Nós acreditámos que somos capazes de vencer e é isso que vamos tentar fazer”, referiu.

Fernando Santos considerou que Sérvia-Portugal não é um encontro decisivo nas contas do Grupo B, mas assumiu que as duas equipas estão proibidas de deixar fugir mais pontos. “Não é decisivo, mas é importante. A Sérvia deverá atuar com as linhas mais subidas, à procura de pressionar Portugal mais à frente no terreno e nós estamos preparados para isso. Se calhar, vamos ter mais espaços e vamos querer aproveitar”, disse o técnico de 64 anos.

O selecionador nacional assumiu ainda que jogadores como Bruno Fernandes, Bernardo Silva, João Félix e Cristiano Ronaldo são compatíveis num possível onze inicial de Portugal, mas rejeitou desvendar quais vão ser as suas opções. Neste momento, todos os 25 jogadores convocados são compatíveis. Pelo menos, até à meia noite. Depois tenho de tirar dois, porque só posso levar 23 para a jogo”, afirmou.

Bernardo Silva respeita Sérvia mas diz que há qualidade para vencer

O extremo Bernardo Silva afirmou, por sua vez, que Portugal “não se assusta” com nenhuma seleção, embora tenha “respeito” pela Sérvia, adversário no sábado, em Belgrado, em jogo do Grupo B de apuramento para o Euro2020 de futebol.

Temos respeito e reconhecemos a qualidade da Sérvia. Não estamos assustados, porque Portugal não se assusta com nenhuma seleção. Sabemos que somos uma grande equipa e que temos qualidade para ganhar o jogo”, afirmou Bernardo Silva.

“É difícil escolher só um jogador da Sérvia. É uma grande equipa, com grandes jogadores, e vai ser um grande jogo, sem dúvida”, frisou. Mesmo assim, o extremo de 25 anos destacou Dusan Tadic, avançado do Ajax, que marcou no duelo no Estádio do Luz (1-1), no primeiro confronto entre Portugal e Sérvia. “O Tadic foi o melhor jogador da Sérvia no jogo em Lisboa. Na minha opinião, foi um dos melhores do Mundo na última temporada, por aquilo que fez no Ajax. É um jogador muito perigoso”, considerou.

Questionado sobre a ausência de um ponta de lança nos 25 convocados do selecionador Fernando Santos, Bernardo Silva desvalorizou a situação e lembrou que a seleção nacional tem um historial de atuar com avançados mais soltos na frente. “Portugal sempre foi móvel na frente. Na Liga das Nações, jogámos sem um avançado puro e ganhámos a competição”, apontou Bernardo, que tem 37 jogos e três golos com a camisola das ‘quinas’.

No arranque do apuramento no Grupo B, a formação portuguesa somou dois empates caseiros, em Lisboa, no Estádio da Luz, com Ucrânia (0-0) e Sérvia (1-1).

A seleção lusa, detentora do título europeu, segue no quarto e penúltimo lugar do Grupo B com apenas dois pontos, embora tenha menos dois jogos que a Ucrânia, que lidera com 10, e que o Luxemburgo, que é segundo com quatro.

Com mais um jogo que Portugal, a Sérvia é terceira classificada, também com quatro pontos, enquanto a Lituânia segue em último, com apenas um ponto.

Os dois primeiros lugares do agrupamento dão acesso direto ao Euro2020. Caso falhe a qualificação no grupo, Portugal tem, pelo menos, assegurada a presença no play-off, via Liga das Nações.

O encontro, que vai decorrer na casa do Estrela Vermelha, com capacidade para mais de 50 mil espetadores, está agendado para as 20h45 locais (19h45 em Lisboa) e terá arbitragem do turco Cüneyt Çakir.

Selecionador sérvio destaca registo de Portugal e fala em concentração para vencer

Já o selecionador da Sérvia afirmou que Portugal é uma das melhores seleções da atualidade e que a sua equipa só vencerá o encontro de apuramento para o Euro2020 de futebol se estiver “concentrada durante todo o jogo”.

Portugal é uma equipa que perdeu apenas um jogo dos últimos 15 disputados, que defende bem e é compacta. Podemos falar sobre o Cristiano Ronaldo, mas tem outros excelentes jogadores para todas as posições. Se queremos ganhar, então temos que manter a concentração durante todo o jogo”, afirmou Ljubisa Tumbakovic.

“Um jogador pode contribuir para o resultado, mas dificilmente é decisivo. Portugal tem grandes jogadores, mas nós também. Quem conseguir juntar a parte individual e criar a melhor equipa, vai ganhar o jogo. E, é nisso que nos devemos concentrar, no trabalho de equipa”, considerou o antigo treinador do Partizan.

No sábado, o Estádio Rajko Mitic, em Belgrado, deverá estar lotado (tem lotação para 50 mil espetadores e já foram vendidos mais de 45 mil bilhetes), algo que agrada Tumbakovic, embora tenha consciência que “outro atrativo” par os adeptos”.

Sabemos que uma das razões para estar cheio é que as pessoas querem ver o Cristiano Ronaldo. Ficaria feliz se fossem estar 20, 25 mil pessoas. É sinal que as pessoas estão com a nossa equipa. Houve uma mudança de selecionador e as pessoas querem também ver isso”, referiu o técnico, que irá fazer a sua estreia frente a Portugal.

“Estou algo ansioso, o que é estranho, já que tenho alguma idade e já fiz mais de 1.000 jogos na minha carreira”, disse Tumbakovic, que foi no passado selecionador de Montenegro e passou muitos anos no futebol chinês.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)