Jorge Jesus pode falhar as meias-finais da Copa dos Libertadores devido a uma alegada violação do protocolo durante a segunda-mão dos quartos de final frente ao Internacional, onde o Flamengo conquistou um acesso histórico à próxima fase da prova com uma vitória por agregado de 3-1. Segundo a imprensa brasileira, a Conmebol (Confederação Sul Americana de Futebol) diz que o facto de o treinador português ter cumprimentado os jogadores à saída do balneário foi contra as normas do organismo que agora quer punir a equipa.

O Flamengo terá enviado a defesa à Conmebol na quarta-feira, aguardando agora uma resposta da instituição. Se a Conmebol considerar Jorge Jesus culpado, a equipa pode jogar as duas partidas da meia-final da Copa Libertadores contra o Grêmio sem a presença do treinador no banco. Estas partidas estão agendadas para o dia 2  e 23 de outubro.

O Flamengo joga este sábado no terreno do último classificado Avaí, em partida a contar para o campeonato brasileiro — competição onde Jorge Jesus lidera a tabela classificativa com 36 pontos, os mesmos que o segundo classificado Santos.