A rapper Nicki Minaj revelou esta quinta-feira que decidiu retirar-se da música para se dedicar à família. Numa curta mensagem publicada no Twitter, a artista nascida em Trindade e Tobago anunciou a decisão, pedindo aos fãs que a continuem a representar e deixando ainda um recado a quem não gosta do seu trabalho. “Decidi reformar-me e ter a minha família. Sei que estão felizes agora. Aos meus fãs, continuem a representar-me até à minha morte. Adoro-vos para a vida”, escreveu Minaj.

https://twitter.com/NICKIMINAJ/status/1169676721865412608?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1169676721865412608&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.theguardian.com%2Fmusic%2F2019%2Fsep%2F05%2Fnick-minaj-retires-claim-twitter-family-life

rapper de 36 anos, que ao longo da sua carreira foi nomeada para dez Grammys, teve sucessos como “Superbass”, “Starships” e “Anaconda” e mantém o recorde de mais entradas de uma artista feminina a solo na tabela Billboard Hot 100, com 93 aparições. “Uma rapper cintilante com um dom para sotaques cómicos e mudanças inesperadas de expressões. Ela é um exagero ambulante, exagerada no som, personalidade e aparência. E é uma pessoa que evolui rápido, descartando modas antigas tão facilmente como adota novas modas”, escrevia o The New York Times em 2012, quando Minaj começava a ter os holofotes apontados.

Em entrevista à Billboard, citada pelo The Guardian, Nicki Minaj explicava também que nunca se quis identificar como uma típica rapper de Nova Iorque, cidade onde foi criada. “Quando comecei a fazer rap, as pessoas estavam a tornar-me numa típica rapper de Nova Iorque. Sem desrespeito para os rappers nova-iorquinos, mas eu não quero que as pessoas me ouçam e saibam exatamente de onde sou”, atirou.  Apesar do sucesso, a carreira da cantora ficou também marcada por várias polémicas que envolveram ex-namorados e outros artistas.

Não se sabe, no entanto, se esta “reforma” de Nicki Minaj, que lançou o seu último álbum em agosto do ano passado, será mesmo permanente ou apenas uma pausa temporária. A artista está noiva de Kenneth Petty e até já começou a utilizar o sobrenome do produtor musical nas suas redes sociais.

As reações ao anúncio da rapper no Twitter, no entanto, têm sido bastante divididas: por um lado, os fãs da artista não esconderam a tristeza com esta notícia, mas há também quem não tenha resistido a fazer comparações com a rapper Cardi B, a sua grande rival, e a festejar a novidade. Há ainda quem não acredite que Minaj esteja mesmo a falar a sério quando fala numa reforma da música.