Um helicóptero da Força Aérea Portuguesa (FAP) resgatou este domingo à tarde dois tripulantes que se encontravam a bordo de um veleiro com “o mastro partido, ao largo da ilha do Pico”, anunciou a Marinha.

Segundo um comunicado de imprensa, os dois tripulantes, de “nacionalidades portuguesa e polaca”, seguiam no veleiro “Amália”, de “bandeira do Reino Unido”, mas a embarcação encontrava-se “a navegar com o mastro partido a cerca de 30 milhas náuticas (55 quilómetros) a sudeste da ilha do Pico”.

A operação de resgate dos dois tripulantes, foi coordenada pela Marinha, através do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada (MRCC Delgada), em articulação com o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento das Lajes (RCC Lajes) e com a Estação Costeira Porto de Abrigo.

Para resgatar os dois tripulantes foi empenhado o navio mercante “SEASONG”, que se encontrava “a navegar na área e conseguiu estabelecer comunicações com a embarcação”.

O comunicado adianta ainda que “um helicóptero EH-101 da Força Aérea Portuguesa (FAP) realizou o resgate dos tripulantes pelas 15h20, e os transportou em segurança para a ilha Terceira”.