Rádio Observador

Base das Lajes

Bombardeiro furtivo B2 da Força Aérea norte-americana reabastece na base das Lajes

332

A aeronave americana partiu do Missouri, nos Estados Unidos, com destino a Fairforth, no Reino Unido, mas fez uma paragem na ilha Terceira, nos Açores, para um abastecimento que demorou duas horas.

António Araújo/LUSA

Um avião bombardeiro furtivo B2 Spirit da Força Aérea norte-americana reabasteceu hoje na base das Lajes, nos Açores, no âmbito de uma missão de interoperabilidade entre aliados, avançou o major Ross Jones, que coordenou a operação.

A aeronave partiu da 509th Bomb Wing Whiteman de Missouri, nos Estados Unidos da América, com destino à base aérea de Fairforth, no Reino Unido, mas parou na ilha Terceira, nos Açores, onde os Estados Unidos também têm presença militar, para um abastecimento hot pit (com os motores ligados), que demorou cerca de duas horas.

Segundo o major Ross Jones, que é também piloto deste tipo de aeronaves, a missão envolveu a deslocação de dois B2 para o espaço europeu para a realização de exercícios de interoperabilidade com os aliados dos Estados Unidos.

A nossa missão é assegurar aos nossos aliados que temos os meios e a vontade para protegê-los e para dissuadir os nossos adversários de agressões a nível internacional”, avançou, em declarações aos jornalistas.

Esta não foi a primeira vez que um bombardeiro B2 fez escala na base das Lajes, mas há vários anos que tal não acontecia.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Açores

Lajes: entre os Pombos e a Águia

José Pinto

Se as instalações da aerogare das Lajes reclamam há muito por obras de manutenção, os pombos decidiram dar uma asinha – um eufemismo por motivos higiénicos – na degradação ambiental.

Serviço Nacional de Saúde

SNS: Os Humanos

Fernando Leal da Costa

O Ministério não valoriza os seus melhores. Paradoxalmente, demoniza o recurso a todo o sistema, afunila a procura para um SNS saturado e, ao mesmo tempo, não valoriza os recursos humanos que tem.

História

O azar do museu Salazar /premium

P. Gonçalo Portocarrero de Almada

A ignorância e o fanatismo, que estão na origem dos totalitarismos, combatem-se com a verdade e o conhecimento. A ditadura não se vence com a ignorância, mas com a ciência.

Universidade de Coimbra

Fraca carne

Henrique Pereira dos Santos

Substituir carne por peixe (ou por vegetais), sem saber de que sistemas de produção (e de que ciência) estamos a falar é completamente vazio do ponto de vista da sustentabilidade ambiental.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)