Os custos de construção de habitação nova aumentaram 2,2% em julho, o preço dos materiais 0,4% e o custo da mão de obra 4,9%, em termos homólogos, revelou esta segunda-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE). Em relação a junho, o Índice de Custos de Construção de Habitação Nova aumentou 0,3 pontos percentuais.

No mês em análise, os preços dos materiais aumentaram 0,4% (tinha aumentado 0,3% no mês anterior) e o custo da mão de obra cresceu 4,9%, mais 0,7 pontos percentuais do que em junho. O custo da mão de obra contribuiu com dois pontos percentuais e a componente dos materiais com 0,2 para a formação da taxa de variação homóloga do índice.

Relativamente à variação em cadeia do índice, a taxa de variação mensal foi de 0,8% em julho, com o custo dos materiais a registar uma variação nula e o custo da mão de obra a subir 1,8%.

A componente de mão de obra contribuiu com 0,8 pontos percentuais para a formação da taxa de variação mensal do índice e a contribuição da componente materiais foi nula.