De acordo com o Estado-Maior da Coreia do Sul, eram de “curto alcance” os dois “projéteis não identificados” lançados esta terça-feira pela Coreia do Norte, desde a zona da capital do país. Antes de caírem no mar do Japão, percorreram cerca de 330 quilómetros. Segundo o ministro da defesa japonês, os projéteis não caíram em águas territoriais do país.

O lançamento aconteceu escassas horas depois de Pyongyang se mostrar disponível para retomar as negociações para a desnuclearização com os Estados Unidos. Foi na noite de segunda-feira que o ministro-adjunto dos negócios estrangeiros, Choe Son Hui, revelou que a Coreia do Norte estava recetiva a retomar as conversações e ouvir novas propostas — um anúncio que Donald Trump rapidamente considerou “interessante”.

No comunicado divulgado entretanto à imprensa, a Coreia do Sul deixou um aviso: “Qualquer ação que eleve a tensão na região irá complicar os esforços de paz na península coreana”.

Este foi o décimo teste de armamento feito por Pyongyang em 2019.