“Imparável, irrepetível, inimitável, irresistível”. Através do Instagram, Georgina Rodríguez, namorada de Cristiano Ronaldo, partilhou um vídeo com os quatro filhos do jogador, Cristianinho, Mateo, Eva e Alana Martina, a festejarem aquele que seria apenas o primeiro golo da noite do avançado em mais uma noite de sonho na Lituânia onde terminaria com um póquer. “Golo do papá!”, ouve-se num momento que não demorou a tornar-se viral. Tal como as reações na imprensa internacional.

“Cristiano, história de Europa”, escreve o jornal espanhol As, que acrescenta como título na peça dos quatro golos do capitão da Seleção Nacional a frase “Contaremos aos nossos netos que vimos Cristiano”. “É insaciável e assim será sempre. Cristiano marcou quatro golos frente à Lituânia e agiganta a ua lenda como um dos melhores goleadores da história”, resume. “Outro festival de Cristiano”, escreve o também espanhol Marca, fazendo alusão ao recorde mais próximo (ainda que distante) do iraniano Ali Daei como maior goleador de sempre de seleções e ao golo mais inusitado da noite que teve a “ajuda” de Sektus.

Ainda em Espanha, entre os jornais desportivos mas da Catalunha, o Sport destaca uma frase deixada pelo avançado após o final do encontro: “Não vivo o futebol a pensar nos prémios individuais”. Já o Mundo Deportivo descreve o número 7 como a “chave” para Portugal somar os três pontos e colocar-se no segundo lugar do grupo de apuramento para o Europeu. Entre os generalistas, o El Mundo escolhe como título “Cristiano, de recorde em recorde”, destacando os 93 golos em 160 jogos pela Seleção.

Em Itália, a Gazzetta dello Sport também não passou ao lado da noite de sonho do jogador da Juventus, destacando “Outro recorde do fenómeno”. “Com os quatro golos na Lituânia, não há nenhum como ele nas qualificações europeias”, salienta a publicação transalpina, fazendo alusão ao recorde alcançado pelo madeirense de 25 golos em encontros de apuramento para a fase final de Europeus, mais dois do que o irlandês Robbie Keane. Já o Corriere dello Sport destaca a atuação do capitão da Seleção Nacional e os quatro golos apontados numa só palavra: “Furacão Ronaldo”.

No Brasil, o Globoesporte destaca a exibição de CR4: “Cristiano Ronaldo e o golo, algo que está longe de ser novidade. No entanto, aos 34 anos, o atacante segue aprontando a cada jogo. Segue superando os seus limites, parece não ter limite”.