O valor concedido pelos bancos a particulares para crédito ao consumo atingiu em julho um novo máximo histórico, ao serem emprestados 515 milhões de euros, divulgou esta terça-feira o Banco de Portugal (BdP).

De acordo com os últimos dados, foram concedidos em julho 515 milhões de euros para crédito ao consumo, acima dos 420 milhões em junho e dos 387 milhões de euros emprestados em julho de 2017. Este é mesmo o valor mais alto registado.

Já em novas operações para habitação foram emprestados 967 milhões de euros em julho, acima dos 849 milhões de euros de junho e dos 919 milhões de euros de julho do ano passado.

Neste caso, o valor emprestado para crédito à habitação é o mais alto desde junho de 2018, ou seja, em mais de um ano.

Já no crédito a outros fins foram emprestados 183 milhões de euros em julho, acima dos 174 milhões concedidos em junho e dos 143 milhões de euros de julho de 2017.