Rádio Observador

Séries

“The Loudest Voice”: a série que conta a história da Fox News e de Roger Ailes

Os sete episódios de “The Loudest Voice” já estão na HBO Portugal. Uma história de poder, abusos, média e a manipulação do coração das pessoas para uso do poder protagonizada por Russell Crowe.

Russell Crowe, transformado em Roger Ailes

Autor
  • André Almeida Santos
Mais sobre

Os sete episódios de “The Loudest Voice” chegaram todos de uma assentada à HBO Portugal. Produção da Showtime, estreou-se dia 30 de Junho nos Estados Unidos e a transmissão dos episódios terminou a 11 de Agosto. A chegada um mês depois, numa quarta-feira – dia incomum para estreias na HBO Portugal –, tem a ver com o 11 de setembro. A associação é simples: a mini-séries centra-se na vida de Roger Ailes, o homem que idealizou a Fox News tal como a conhecemos. Hoje questionamos factos, a veracidade das notícias e existe mais ruído nos canais noticiosos por causa de Ailes.

Os dois primeiros episódios são uma espécie de introdução para o que irá acontecer depois. Com dois momentos marcantes, a fundação da Fox News e o 11 de Setembro. No final de 1995, Roger Ailes é forçado a sair da CNBC com uma cláusula no contrato que não o permite trabalhar para nenhum dos canais de notícias concorrentes. Contudo, não fala na impossibilidade de trabalhar para um novo canal. A roda começa a girar, Rupert Murdoch convida-o para a formação da Fox News. E aí Roger Ailes vê uma oportunidade para criar um canal de notícias à imagem daquilo em que acredita. Parafraseando algo que diz no primeiro episódio: o público não quer ser informado, quer acreditar que está a ser informado.

Apesar de no início da carreira ter passado pela televisão, Roger Ailes cresceu nos corredores republicanos por saber gerir como poucos a imagem nos média de alguns políticos do seu partido. Foi consultor de Richard Nixon, Ronald Reagan, George Bush e Donald Trump. Ou seja, quando chegou à Fox News, em 1995 e a lançou em 1996, Ailes sabia exctamente aquilo que a sua audiência queria. Melhor: sabia como criar uma audiência para os conteúdos tinha para oferecer.

[o trailer de “The Loudest Voice”:]

Episódio 2 e salto para o 11 de Setembro. É impossível ver este episódio e não associá-lo a “Vice”, de Adam McKay, e como o realizador mostra a visão de Dick Cheney sobre o “big picture” no momento dos ataques. Noutra sala, Roger Ailes parecia estar a fazer o mesmo, pelo menos pela câmara de Kari Skogland, que realiza este episódio. Este é um episódio e um momento chave em “The Loudest Vocie”. Se no primeiro é feita a construção da figura de Roger Ailes (através da interpretação de um quase irreconhecível Russel Crowe), tocando em vários pontos que se conhecem da sua figura (a mão forte, a arrogância oportunista) e recorrendo a casos de assédio sexual a que ficou ligado (sempre muito presente, torna-se num dos motivos da série), no segundo percebe-se que “The Loudest Voice” não é só uma história da Fox News. É, sobretudo, a narrativa de um homem que soube fazer uso do sensacionalismo e do oportunismo para criar histeria em massa e paranóia a nível nacional — e, posteriormente, internacional.

Instalam-se os argumentos para a Fox News tornar-se líder de audiências e  um quase canal de propaganda dos anos da presidência de Bush filho e da guerra do Iraque. Estes dois episódios criam a estrutura para o resto da série, centrada nos últimos anos de vida de Roger Ailes (morreu em 2017), com especial ênfase nas campanhas presidenciais de 2008 (quando Roger ganha controlo editorial completo da Fox News), 2012 e 2016.

[uma entrevista com Russell Crowe:]

“The Loudest Voice” torna-se muito oportuno em 2019 pelo menos por duas razões. Há a figura de poder e o homem por detrás da Fox News, mas também há o homem que foi acusado de vários crimes de assédio sexual. Desde o primeiro episódio que esse abuso de poder começa a ser documentado para ser explorado coma resolução possível nos últimos episódios. É uma série centrada no poder mas que não esquece as vítimas desse mesmo poder. A segunda razão prende-se, claro, com o facto da Fox News ser o canal preferido de Donald Trump. De como as ideias que são apresentadas para um canal de notícias, logo no primeiro episódio, escondem algo que muitos consideram como maléfico e manipulador.

“The Loudest Voice” é uma série sobre um homem, a sua visão das notícias e a manipulação a favor do poder. Há pouco mais de duas décadas, quando Roger Ailes argumentava a sua visão para um canal de notícias, estávamos longe de pensar que um projeto como a Fox News poderia ser normalizado.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)