Um mercado ecológico, palestras e workshops relacionados com a sustentabilidade são algumas das propostas do EcoCascais, um evento que vai decorrer no fim de semana no Museu do Mar e Jardim da Parada, em Cascais.

A iniciativa, que vai na segunda edição, é organizada pela Associação Juvenil Claro em parceria com a Hello Nature e a Câmara Municipal de Cascais.

Em declarações à agência Lusa, a presidente da associação (nascida do Movimento Claro), Carolina Gonçalves, explicou que o evento pretende dar a conhecer às pessoas alternativas sustentáveis.

No EcoCascais deste ano vamos ter um mercado ecológico que reúne várias marcas sustentáveis portuguesas, desde a moda a produtos de cosmética e higiene pessoal, a descartáveis ecológicos e brinquedos para crianças”, disse.

De acordo com Carolina Gonçalves, no ecomercado é possível encontrar todos os géneros de roupas e artigos necessários a uma vida quotidiana mais sustentável e sem plásticos.

A presidente da associação destacou também a realização de vários workshops e palestras sobre a sustentabilidade.

“Dentro dos workshops, que são gratuitos, destaco alguns inovadores como a transformação de óleo alimentar em sabonetes e a construção de pranchas de surf sustentáveis em madeira”, disse.

Carolina Gonçalves destacou também a realização de várias atividades para crianças como, por exemplo, a reciclagem de plástico ao vivo com a transformação em novos objetos.

O evento vai também contar este ano com a presença da fundadora mundial do movimento “Zero Waste”, Bea Johnson, que dará uma palestra no domingo.

“Vamos ter também uma palestra sobre economia circular em Portugal e também sobre consumo responsável de pescado, pela bióloga Cátia Nunes”, adiantou a representante.

No sábado, ao final do dia, vai decorrer uma sessão de cinema ao ar livre com a exibição do documentário “Ice on Fire”, de Leonardo DiCaprio.

O Movimento Claro foi fundado em março de 2018 por três amigas do concelho de Cascais que pretendiam o fim das palhinhas de plástico.

“Hoje trabalhamos com o setor HoReCa (restaurantes), escolas e empresas para promover a sensibilização relativamente aos impactos da poluição dos plásticos nos oceanos”, disse.

Atualmente o movimento existe em Cascais, Sintra e Oeiras e Porto.

“Neste momento, a associação tem programas nas escolas públicas e privadas no concelho. Fazemos a sensibilização aos alunos quanto à sustentabilidade”, indicou.

O EcoCascais vai realizar-se pelo segundo ano consecutivo no Jardim da Parada, no Museu do Mar e na Casa da Histórias Paula Rego, no sábado e no domingo.