O excedente do comércio internacional de bens da zona euro subiu, em julho, para os 24,8 mil milhões de euros, face aos 16,9 mil milhões homólogos, segundo divulga esta sexta-feira o Eurostat.

Segundo o gabinete estatístico europeu, verificou-se subida homóloga de 6,2% nas exportações da zona euro, para os 206,5 mil milhões de euros e de 2,3% nas importações, para os 181,7 mil milhões de euros.

Na União Europeia (UE), o défice da balança comercial externa de bens desceu para os 100 milhões de euros, face aos de 200 milhões registado em julho de 2018.

As exportações de bens da UE para o resto do mundo cresceram, em julho, 6,1% em termos homólogos para os 181,2 mil ME e as importações aumentaram 6,3% para os 181,3 mil ME.

Por seu lado, as trocas comerciais dentro da zona euro subiram 1% para os 165,6 mil ME de euros e o comércio entre os 28 Estados-membros da UE cresceu 2% para os 296,8 mil ME.