Cinco bombeiros ficaram feridos — um deles com gravidade — na sequência de um incêndio que ainda está a ameaçar uma zona de fábricas e habitações em Gandra, no concelho de Paredes. A informação foi confirmada ao Observador por fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) do Porto.

Três dos feridos são funcionários da Afocelca, empresa que esteve envolvida no acidente trágico da semana passada que culminou com a morte do piloto Noel Ferreira — a zona do incêndio fica a poucos metros do local onde caiu o helicóptero. Os três homens sofreram ferimentos após terem sido atingidos por uma mangueira. Os outros dois bombeiros, da corporação de Baltar, sofreram entorses durante o combate.

O fogo começou ao início da tarde desta sexta-feira e o alarme foi dado por volta das 13h14. As chamas estão a ser combatidas por 111 operacionais, apoiados por 36 viaturas, de acordo com a página online da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil. Fonte do CDOS do Porto adiantou que o incêndio está em fase de resolução.