A taxa de juro do crédito à habitação vai ser negativa até cerca de junho de 2025, mais um ano do que o que era esperado em julho. Segundo o Jornal de Negócios, a Euribor não voltará mesmo a negociar acima do zero antes de completar dez anos de taxas negativas.

O Banco Central Europeu anunciou recentemente medidas para combater este desaceleramento da economia: um novo corte da taxa de juro dos depósitos, em 10 pontos-base, para um valor ainda mais negativo (0,5%) e ainda um novo plano de compras de dívida nos mercados. Esta política veio adiar em um ano o regresso a níveis positivos: em julho, a expectativa apontava para uma inversão a partir de março de 2024. Agora, esse retorno vai durar pelo menos mais um ano, até 2025.

Draghi volta a cortar as taxas de juro e relança “bazuca” sem votação no BCE

As expectativas de juros mais baixos na zona euro já levaram as taxas Euribor a novos mínimos. Ainda segundo o Negócios, o valor histórico de -0,399% foi atingido no dia 21 de agosto.