O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) decidiu esta terça-feira reduzir a suspensão imposta pelo Comité de Disciplina da UEFA de três para dois jogos ao futebolista internacional brasileiro Neymar.

Neymar foi suspenso a 26 de abril e viu a decisão confirmada pelo Comité de Recurso a 19 de junho, face às críticas que dirigiu à arbitragem após o jogo dos oitavos de final da Champions em que o Manchester United eliminou o Paris Saint-Germain.

Na ocasião, em 6 de março, no final do jogo da segunda mão, que o internacional brasileiro não jogou, devido a lesão, Neymar escreveu na sua conta no Instagram que o videoárbitro foi uma vergonha, em alusão a um penálti decisivo para o United.

Com esta decisão do TAS, que ouviu o jogador na última sexta-feira, Neymar falhará a receção de quarta-feira do PSG ao Real Madrid e a viagem ao campo do Galatasaray, mas estará disponível na terceira ronda da Liga dos Campeões, em casa com o Club Brugge, em 22 de outubro.