Pelo menos uma pessoa morreu e várias ficaram feridas, na sexta-feira, em manifestações violentas na capital do Haiti, convocadas por setores da oposição para exigir a renúncia do Presidente do país, Jovenel Moise. De acordo com a agência de notícias Efe, a polícia recorreu a gás lacrimogéneo e balas de borracha para dispersar os manifestantes, que por sua vez atiraram pedras, danificando veículos e janelas.

“Quer queira, quer não, tem de sair”, gritaram os manifestantes, aludindo à renúncia de Jovenel Moise, no poder desde 2017.

Além da demissão do Presidente, os manifestantes exigem o julgamento dos envolvidos no alegado desvio de fundos do programa Petrocaribe, que permitia ao país caribenho adquirir, a baixo custo, produtos petrolíferos da Venezuela.