O líder do núcleo da Juventude Leonina de Marvila (Lisboa), Elton Camará, cortou a pulseira eletrónica violando a medida de coação a que estava obrigado, noticiou o Correio da Manhã. Enquanto arguido no caso da invasão da academia de Alcochete tinha de ficar em casa enquanto aguardava julgamento. O homem foi entretanto detido pela PSP.

Aleluia, como também é conhecido, terá sido visto na terça-feira num Audi A4 anunciando que ia “jantar fora” quando estava impedido de sair de casa, uma medida que tinha sido imposta no âmbito do processo sobre o ataque à academia do Sporting, que aconteceu a 15 de maio de 2018.

Agora que foi detido, e por ter violado a medida de coação, poderá ficar em prisão preventiva.

Elton Camará é um dos dez adeptos do Sporting que não entrou encapuzado na academia de Alcochete. Ficou à conversa com os funcionários do clube após as agressões.