A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta quinta-feira ter detido um pastor, de 36 anos, suspeito de atear incêndios florestais em Gosende, no concelho de Castro Daire.

Segundo a PJ, o homem está “fortemente indiciado pela prática de dois incêndios florestais”, ocorridos nos dias 16 e 17 de agosto, havendo a suspeita de que usou um isqueiro para os atear. “As ignições consumiram uma pequena área de povoamento misto e mato, só não assumindo proporções mais graves devido à pronta e eficiente intervenção dos bombeiros”, refere aquela polícia, acrescentando que o pastor não tem antecedentes criminais.

A detenção, feita pela Diretoria do Norte da PJ, contou com a colaboração do Núcleo de Proteção Ambiental de Viseu da GNR.