No caso que envolve o esquema de corrupção universitária nos EUA, o qual permitia que os filhos de norte-americanos abastados entrassem em universidades de elite, a atriz Felicity Huffman foi condenada a 14 dias de prisão, multada em 30 mil dólares e obrigada a cumprir 250 horas de serviço comunitário. Agora, a filha mais velha quer repetir o exame de admissão à universidade (teste de SAT) e afastar-se do escândalo protagonizado pela mãe, que ficou conhecida sobretudo depois de participar na série de sucesso “Donas de Casa Desesperadas”.

Segundo o site TMZ, Sophia Grace May, participante involuntária no esquema que envolve cerca de 50 suspeitos e subornos até 6 milhões de euros, quer entrar na universidade de forma legítima, coisa que a direção da instituição em causa está disposta a permitir.

Não há provas conclusivas de que Sophia Grace May tivesse conhecimento do esquema em que a mãe estava envolvida: Felicity Huffman foi acusada de ter feito um suborno na ordem dos 13 mil euros, dinheiro disfarçado de caridade, para alterar a pontuação do exame de admissão da filha. Em 2017, o vigilante subornado, segundo o TMZ, deu tempo extra à filha mais velha de Huffman para acabar o exame e alterou algumas das respostas erradas.

A atriz de 56 anos terá de se apresentar na prisão no próximo dia 25 de outubro, ainda sem saber qual o estabelecimento prisional onde vai cumprir a pena.